Pular para o conteúdo principal

A INCRÍVEL CARTA QUE SILVIO SANTOS ESCREVEU Á MÃO QUE IMPEDIU QUE SILVIO FALíSSE!



“Em 1958, há 41 anos, eu ganhava 5 mil por mês, como locutor da Rádio Nacional. Para ajudar o colega Manoel de Nóbrega, que estava em dificuldades, praticamente falido, fui liquidar o Baú da Felicidade. Vi que se bem administrado, seria um bom negócio.
 Aluguei horário no rádio e na televisão, o Baú foi crescendo e o meu desempenho como produtor, animador e programador, chamou a atenção do público e do Governo.
 Há 24 anos, em 1976, os homens que governavam o paiz (sic), achavam que o BRASIL deveria ter, uma rêde (sic) de televisão, que fosse capaz de dividir a audiência e a opinião pública com a REDE GLOBO.
 Fui convidado para esta tarefa e ganhei do Presidente GEISEL a concessão de uma emissora de televisão no Rio de Janeiro, a TV CORCOVADO. Na época os meus recursos financeiros eram pequenos, mas com muito trabalho, me saí bem no Rio, passei no “TESTE” e o Presidente FIGUEIREDO achou que eu teria condições pessôais (sic) e profissionais para assumir o controle de uma rêde (sic), que começou com 4 estações, e que hoje tem 99 afiliadas, disputando e dividindo audiência com a primeira colocada, objetivo almejado pelo Governo. Todas as outras rêdes (sic), OU FALIRAM, OU ESTÃO na mesma situação de há 24 anos atraz (sic).
 Rede TUPI – (FALIU) Rêde (sic) EXCELSIOR (FALIU), Rede MANCHETE (FALIU), Rede Record (faliu e foi vendida) TV Rio (FALIU), TV CONTINENTAL (Faliu), TV PAULISTA (FALIU) só permanece a Rêde (sic) BANDEIRANTES, que ficou como estava e atravessa dificuldades. Eu só não fali porque as vendas do BAÚ DA FELICIDADE sustentaram o prejuízo da televisão. Meus compromissos, que eram pequenos com apenas uma estação no Rio de Janeiro, se agigantaram com o início de uma RÊDE (sic), E EU TAMBÉM QUASE FUI A FALÊNCIA EM 1990.
 Pedi 10 milhões de dólares adiantados para fazer publicidade do BRADESCO, o LAZÁRO BRANDÃO me ajudou, confiou em mim, penhorei os meus bens e graças ao governador ORESTES QUÉRCIA, consegui mais 10 milhões no BANESPA e, logo após, vendi para o JOSÉ MARTINEZ por 15 milhões de dólares a TV CORCOVADO DO RIO. A situação estava tão ruim que eu ia fechar o BAÚ e entregar a Rede ao Governo. Era muito difícil, quase impossível, conseguir anúncio no mercado publicitário, em razão da concorrência da primeira Rêde (sic).
 Tentando encontrar uma solução, eu lancei no BRASIL o (CLAM) primeiro plano de saúde com CAPITALIZAÇÃO, que oferecia assistência médica e hospitalar, com a devolução integral do dinheiro capitalizado, após 20 anos. Foi um sucesso de vendas.
 Mais de 50 mil planos por mês. No terceiro mês, chegando em minha casa, encontrei um casal chorando.
 O filho tinha morrido, num hospital, tratado por médicos conveniados com o meu plano. Quando alguém reclamava de uma mercadoria do Baú, eu trocava por outra, ou devolvia o dinheiro. Quando alguém reclamou uma vida, eu terminei com o PLANO DE SAÚDE E CAPITALIZAÇÃO. A nossa medicina no Brasil, não era a que eu sonhara.
 Imaginei um outro plano de CAPITALIZAÇÃO, que não me trouxesse nenhum problema de consciência e que pudesse SALVAR OS MEUS NEGÓCIOS.
 Pedi uma reunião com a diretoria da SUSEP, e dela participaram as seguintes pessoas: JORGE GOMES DA SILVA – Chefe do Departamento Atuarial. VERA MELO ARAÚJO – chefe do Departamento de Fiscalização. Hélio PORTO CARRERO – na época era o diretor de capitalização e hoje é o SUPERINTENDENTE DA SUSEP. MÁRCIO CORIOLANO – Na época era o Superintendente. Eles me CONFIRMARAM E GARANTIRAM que eu poderia lançar a TELESENA, que era um título de CAPITALIZAÇÃO absolutamente legal e até hoje a diretoria da SUSEP, continua dizendo que é LEGAL.
 O sucesso surpreendente deste título TELESENA, fez que com que os maiores BANCOS entrassem no mercado de CAPITALIZAÇÃO, que estava adormecido, e fez com que as minhas empresas QUE ERAM PEQUENAS E ESTAVAM COM PROBLEMAS, QUASE INSOLVENTES, SE TRANSFORMASSEM EM GRANDES EMPRESAS.
 Para que os senhores tenham uma idéia, a TELESENA GEROU EM 8 ANOS UM LUCRO QUE ESTÁ SUSTENTANDO TODAS AS EMPRESAS DO GRUPO, que dão prejuízo, em razão dos altos investimentos na própria Rêde (sic) de TV, e na abertura de novos negócios. (INTERNET – TV a CABO – Banco etc.). EM TODOS ESTES 8 ANOS, O RESULTADO DO GRUPO, SÓ FOI LUCRATIVO EM RAZÃO DA TELESENA.
 Com os recursos gerados pela TELESENA:
 1 – A Rêde de TELEVISÃO se cosolidou, sendo a 2ª da AMÉRICA DO SUL.
 2 – O BAÚ DA FELICIDAE TEM HOJE 50 LOJAS.
 3 – O BANCO PANAMERICANO financia por mês, 100 mil compradores de material de construção, veículos, crédito pessoal etc.
 4 – A VIMAVE é uma das maiores concessionárias de SÃO PAULO.
 5 – Foi feito grande investimento na INTERNET atravez (sic) do PROVEDOR SOL -SBT-ON LINE.
 6 – Estamos investindo e mantendo em 15 cidades TV a CABO com a TV CIDADE.
 7 – Foram assinados, em dólares antes da desvalorização do REAL, 150 milhões de DÓLARES, com a DISNEY-WARNER-TELEVISA para a compra de filmes e novelas.
 ESTA EXPANSÃO OCORREU, UNICAMENTE COM OS RECURSOS QUE O TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO TELESENA TRAZ PARA O GRUPO.
 Hoje são 9 mil funcionários, que dependem das empresas do Grupo, e outros muitos mil das 99 afiliadas de TV.A MINHA RESPONSABILIDADE QUE ERA DE 80 MILHÕES DE DÓLARES EM 1990, HOJE É DE 2 BILHÕES DE REAIS.
 TRABALHEI, PAGUEI IMPOSTOS, AJUDEI O PAÍZ, MUITA GENTE MUDOU DE VIDA E FICOU FELIZ COM OS PRÊMIOS QUE GANHOU, NINGUÉM, ninguém foi na porta de minha casa reclamar da TELESENA E ATÉ O SECRETÁRIO DA RECEITA ESTÁ CONTENTE COM O MEU COMPORTAMENTO DE EMPRESÁRIO E CIDADÃO.
 O QUE ME FOI GARANTIDO PELA DIRETORIA DA SUSEP que era legal e que ainda continua afirmando que é LEGAL, ESTÁ TIRANDO O MEU SONO, e colocando em risco a minha integridade de homem público.
 SE EU FOR A FALÊNCIA (NÃO É DRAMA), não vou poder andar na rua.
 Já vi outros empresários com uma história igual. Confiaram em homens do governo, fracassaram e “perderam” tudo. Até dizem que só perderam, porque praticaram atos inconfessáveis. Eu não participei de nenhum e não vou fracassar, porque DEUS vai decidir, usando os doutores juízes como seus instrumentos.
 OBRIGADO POR TEREM LIDO, ESTAS VERDADES. SILVIO SANTOS, 17 DE JANEIRO DE 2000.
DTV on Viloud