Pular para o conteúdo principal

Ex-Membro das Testemunhas de Jeová revela o obscuro mundo do grupo religioso


O tratamento das mulheres no grupo religioso, a questão do abuso infantil e como evitar ser visitado por Testemunhas de Jeová, são alguns dos temas que trata um ex-membro, que opta por permanecer anônimo.

  Um antigo membro das Testemunhasde Jeová ofereceu um raro vislumbre do grupo religioso e o descreveu como um culto que "tenta controlar as emoções, pensamentos, informações e comportamento das pessoas", relata o The Independent. O homem, que preferiu permanecer sob anonimato, compartilhou sua experiência como membro deste grupo religioso na Polõnia, em uma rodada de perguntas intitulada"Pergunte-me qualquer coisa"  no Reddit. 


Sob o pseudônimo Ohmyjw, o ex-membro criticou as duras regras, tais como a proibição de transfusões de sangue ", mesmo que lhes custe a vida" ou acreditar que o mundo "vai acabar em Armageddon 'muito em breve'." No entanto, ele disse que sua intenção não é dar a impressão de que as Testemunhas de Jeová são "estúpidas" e que, de fato, "muitos deles são bastante inteligentes, e sabem  enganar as pessoas."

O homem revelou que sua família tem repudiado ele e sua esposa depois de saber que deixaram o grupo religioso, como aqueles que deixam a fé são chamados de "apóstatas" e são "desassociados", um termo que se refere a uma expulsão formal e humilhação em que os membros "estão proibidos de falar ou mesmo dizer Olá".
Ohmyjw também disse que em uma ocasião em que um homem velho começou a perder sua fé e desafiou o grupo, foi denunciado e começaram  a  espalhar rumores falsos sobre ele, pressionando-o ao mesmo tempo o que o fez  "pular em um rio, cometeu suicídio."  

A mulher, para eles é só um  "complemento"

Além disso,  ele denunciou que as mulheres nesta sociedade religiosa são consideradas como "um complemento para o homem", acrescentando: "Ela deve ser submissa ao marido, que é o chefe da família, e que faz  todas as decisões importantes ".

Um dos usuários do Reddit perguntou o que fazer para evitar que as Testemunhas de Jeová batam à sua porta. Ohmyjw respondeu que o grupo tem listas específicas de quem  "não chamar" a que as pessoas podem ser adicionados se desejadas.

" Para eles O abuso de crianças não é um crime"

Ele também criticou o grupo religioso a ter um "grande problema com o abuso infantil", porque eles acreditam que o abuso infantil é "apenas um pecado" não é realmente "um crime". "Os anciãos quase nunca denunciam  às autoridades, mas mantém   dentro da congregação o pedófilo ", explica ele. "Basicamente, eles valorizam mais o bom nome da organização que a segurança das crianças", acrescentou. 

Sobre o que levou ele e sua esposa a deixar o grupo, Ohmyjw escreveu: "Para mim, foi realmente ao ler a Bíblia e   começamos a perceber que havia coisas erradas das pregadas pelas testemunhas de Jeová. começamos a fazer perguntas [...] na congregação fomos punidos por isso, em vez de dar-nos respostas. que nos levaram a cavar mais e mais até que estavamos convencidos de que isso não poderia ser uma verdadeira religião com toda essas mentiras e falhas ". O fundador das Testemunhas de Jeová Charles Taze Russell ao que muito se indica era homossexual não assumido. Era comum vê-lo com rapazes e em todas as publicações das Testemunhas de Jeová é comum publicações de como ''não virar homossexuais'' incluindo coisas como limpeza dos órgãos genitais. Coisa suspeita... Michael Jckson que era membro das Testemunhas de Jeová como todos sabem pesam contra ele sérias acusações de pedofilia. SE VOCÊ SE MOSTRA CULTO E FAZ PERGUNTAS QUE OS DEIXAM CONTRA A PAREDE, ELAS NÃO BATEM MAIS A SUA PORTA!  O Site das Ex-Testemunhas de Jeová esclarece muito da organização e como se livrar da seita ou tirar alguém da prisão em que vivem os membros além de inúmeras denúncias  http://extestemunhasdejeova.net/forum/portal.php